23 agosto 2006

Viçano

Mulher é um bicho escroto. Pra fazer alguma coisa que normalmente é mal vista pela sociedade, tem sempre de apoiar-se numa atitude de rebeldia e vestir a armadura de defensora da espécie feminina.

Por exemplo, pintou aquela vontade de dar uma "reiadinha", já entra de sola numa linha de discurso tipo "assim também é foda: só os homens podem ficar por ficar(o famoso "trepar por trepar", mascarado)!!!" Detalhe: isso geralmente só mulher feia sente necessidade de fazer, justificar-se assim antes do ataque.

Conhecí uma doidinha, que depois descobrí que curte um "JB e Jabacó" amuado, que apesar de ser bastante da gostosinha, justificava dar em cima de homens de vez em quando por "sentir falta de uma rôla". Só que isso só era dito assim de forma descarada e assumida depois de depurar muitas Camiles Paglias, blábláblás e conversas pra encher pinico.

A minha grande questão é, basicamente, porque enrolar tanto pra dar no couro? Qual a necessidade de se falar, no final das contas? Se o(a) fulano(a) está num bar, vê uma pessoa com quem há contato visual e a coisa promete, porque não partir pro abraço e desenvolver o mínimo de conversa necessário pra chegar nos finalmentes?

Eu fico moooitcho puto com mulher que pra dar uns pega, fica cheia de nove hora!


(to be continued)

3 comentários:

Areia de Cemiterio disse...

Como diria meu avo
" A mulher querendo e bom demais."

Biu do Olho Verde disse...

É aquilo do "Água ladeira abaixo, fogo morro acima e mulher querendo dar..."

Eugenio Dantas disse...

A moda agora é dizer que é necessário "química" pra rolar.