30 setembro 2006

Entrevista especial

:P
Olha, uma tradição nordestina que todo ser humano que gosta de fulêragi tem a obrigação de ir antes de morrer é, sem dúvida, o show de Monga, a mulher que vira macaco! Aquele espetáculo da pobre coitada aprisionada que sofre de uma maldição, se transforma em macaco e quebra as grades da jaula, avançando sobre o público.

Sim, o show de horror mais tosco da paróquia não poderia passar batido pelo Pitombas! Por esta razão, fomos conversar com a atriz que faz o papel de Monga. Para não ser reconhecida, ela preferiu falar com nossa reportagem quando estava possuída!

Veja abaixo a entrevista exclusiva que Monga concedeu ao nosso querido Blog:

Pitombas: quando você decidiu ser monga, a mulher que vira macaco?
Monga: olha, desde pequena eu tinha a nítida impressão que meu futuro era ser monga...

P: E a maldição? Afinal, uma maldição caiu sobre você ou tudo é uma farsa?
M: Caiu sim. A maldição foi estudar em escola pública e ficar desempregada. É uma merda.

P: Ah, então quer dizer que à meia-noite você não virá buscar minha alma?
M: Porra nenhuma, à meia-noite eu quero é ir pra casa dormir!!!

2 comentários:

Wasgs disse...

Genial.
Monga é foda. Sempre tive pena das doidinhas. Essa valia até para a Natal Social (que eu acho uma das coisas mais geniais que tenho visto por muito tempo em termos de blog. Pena que parou de postar).
Uma vez eu fui em Ceará-Mirim com Queegueg e a gente viu uma monga (o trailler, não o macaco-mulher) ao lado do cemitério. Clima perfeito prá filha do drácula. Mas a gente deixou prá ir mais tarde e quando voltamos já estava fechado. Perdemos uma grande chance de ver uma monga especial, ehehehe

Sebastián Pitombeiras disse...

Porra Wasgs! tem um NATAL SOCIAL dois posts abaixo deste, escrito dia 27 de setembro... tsc tsc