15 novembro 2006

UP-DATE DA RAPARIGAGEM

:P
Mais uma derrota da raparigagem potiguar em Ponta Negra...

Fonte: Diário de Natal - 14/11/2006

Justiça nega liberdade a italianos da Ilha da Fantasia


O Tribunal Regional Federal, em Recife, que julga os processos de segunda instância da Justiça Federal do Rio Grande do Norte, negou liberdade para os italianos suspeitos de fazer parte de uma máfia que levava mulheres de Natal para prostituição na Europa. A decisão do tribunal foi divulgada na tarde de segunda-feira passada pelo serviço da internet do TRF.

Os italianos Giuseppe Ammirabile, Salvatore Borrelli, Paolo Quaranta, Vito Ferrante, Simone de Rossi e Paolo Balzano estão presos desde novembro de 2005 quando foram alvo de uma operação da Polícia Federal que combatia a utilização do bairro de Ponta Negra como endereço para esquemas de lavagem de dinheiro, tráfico internacional e interno de mulheres, estelionato, falsidade ideológica, crimes contra o sistema financeiro, quadrilha armada, porte ilegal de armas e casa de prostituição.

Os italianos são suspeitos de pertencerem a uma máfia chamada Sacra Corona Unita, sediada na Itália. Em Natal eles eram proprietários da boate Ilha da Fantasia, que durante muitos anos foi um ícone do sexo turismo desenfreado que se estabeleceu em Ponta Negra a partir da década de 90.

O advogado de defesa dos italianos, Iran Padilha, defende a tese de que eles devem ser libertados porque o prazo legal de 101 dias de suas prisões preventivas já extrapolou, pois estão presos há mais de um ano sem o julgamento.

O Tribunal Federal de Recife acatou os argumentos da Justiça de primeiro grau em Natal, que pôs a culpa da demora do processo na complexidade da avaliação dos nove volumes de provas contra os acusados. Os desembargadores, porém, recomendaram à Justiça Federal de Natal que dê a sentença num prazo máximo de 30 dias, pois entendem que o processo já está completo e aguardando apenas o julgamento final de cada réu.
...

Nenhum comentário: