22 dezembro 2008

Proibido dançar!

:P

Passeando por um conhecido "shopping popular" localizado no bairro do Alecrim (bairro comercial onde se concentra 90% dos furtadores de carteira e bolsas da cidade) dei de cara com esta placa ao lado! (por favor, não me perguntem o que fui fazer lá).

Olha, é a primeira vez na minha vida que vi uma placa de "proibido dançar".

Primeiro, nunca me ocorreu que alguém pudesse ficar dançando na praça de alimentação de um shopping (a placa fica justamente nesta praça). E, segundo, até onde eu sei, só se dança com música... e não havia música ambiente, eu verifiquei!

Então, o que estaria acontecendo? A galera tava invadindo o shopping com micro-sistem e mandando ver no forró? Seria o shopping o ponto de encontro de rappers? Já que não tenho a intenção de voltar lá tão cedo pra perguntar do que se trata, sugestões e esclarecimentos serão bem vindos!
...

6 comentários:

Raver disse...

Droga! Você foi lá comprar droga, admita, seu masconheiro!!!! ;)

Anônimo disse...

Se o colega tivesse o mínimo de conhecimento não postaria uma bosta dessas como a do Shopping 10 do Alecrim. Essa placa do proibido dançar (muito criativa por sinal) refere-se a proibição de dançar no ambiente da praça de alimentação onde, em determinados dias (em geral nas sextas e sábados à noite), ocorre a apresentação de música ao vivo... Isso se deve ao fato de terem ocorrido inconvenientes com pessoas um tanto alcoolizadas chocando-se com algumas mesas da já tao pequena praça de alimentação.Se vc fosse menos babaca e discriminador poderia deduzir isso...

Quanto a roubar carteiras, tal fato ocorre em todos os bairros comerciais caso a criança filha de papai ai tenha mínima noção do que é o nosso mundo atual...Imagino que sua maior dificuldade na vida tenha sido pegar ônibus quando era garoto né filhinho?

Aliás, sua publicação poderia gerar indenização acaso eu ou qualuqer outro membro da comunidade resolva processá-lo por apregoar mensagem discriminatória e infamante no que tange a determanada população localizada no bairro em questão.

Sugiro que publique retratação sob pena de arcar com as responsabilidades que lho são auferidas e apregoadas pelo Código civil e pela nova legislação de direito eletrônico...

Sebastián Pitombeiras disse...

Obrigado pelos esclarecimentos amigo! Mas vc está redondamente enganado qto à minha pessoa!

Como vc não sabe, EU MOREI durante 15 anos exatamente neste bairro e já fui furtado lá duas vezes... uma pegaram minha carteira e a outra o relógio (q por sinal foi uma cena inacreditável: eu estava com o braço na janela do ônibus - sim, eu já peguei muito ônibus pra ir à universidade - e qdo ele parou na parada, um rapaz de bicicleta simplesmente puxou o relógio, quase arrancando meu braço! haha)

Exageros à parte (90% de batedores de carteira de Natal é lasca, né?), qdo fui ao shopping 10 do ALecrim, agora na época de Natal, tinha tanta gente se batendo pelas ruas q senti a toda hora q iriam me furtar novamente. E isto, infelizmente, é fato, não é preconceito.

Sebastián Pitombeiras disse...

Em tempo: minha querida mãe ainda mora no Alecrim.

E só uma pergunta: existe outro bairro comercial em Natal? (sério mesmo, não sei)

Anônimo disse...

Vou sair em defesa do dono do blog: se "concentrar" no alecrim não quer dizer q os furtadores morem lá, né?

pense num caba leso

Anônimo disse...

CONCORDO COM O QUE FOI DITO.
SE ESSE BLOGUEIROZINHO TIVESSE PELO MENOS PERGUNTADO A ALGUME SOBRE A PLACA SABERIA O OCORRIDO. A ADMINISTRAÇÃO DO SHOPPING 10 COLOCOU A PLACA A FIM DE NÃO CAUSAR NENHUM PROBLEMA A CLIENTES EM USO DA PLAÇA DA ALIMENTAÇÃO. QUANDO EM DIAS DE "MUSICA AO VIVO"