27 janeiro 2009

Esquentando os tamborins (parte 2) ou "Bloco dos cão reloaded"

:P
Pra não cometer nenhuma injustiça, é bom mencionar que o famoso Bloco dos Cão na praia da Redinha é a única coisa que se salva no carnaval da cidade, ok? Lembrei que até fizemos uma postagem especial sobre o bloco, datada de 19 de outubro de 2006, que agora reproduzo de novo! hehe Vale a pena despir seu espírito de frescura e passar pela experiência.


BLOCO DOS CÃO

Queridos pitombeiros...

Continuando nossa visita ao mundo maravilhoso da fulêragi, jamais poderíamos deixar de mencionar e enaltecer, com todo orgulho do mundo, o bloco de carnaval mais "trash" da face da terra! O BLOCO DOS CÃO é o que há de mais moderno!!! E é nosso, ninguém tasca!

Não sei como começou, mas todos os anos várias pessoas literalmente desprovidas de frescura, tomam um delicioso banho de lama de mangue e saem pelas ruas da Praia da Redinha pra "fréscar" com o povo, especialmente com quem está limpo.

O abadá é a lama do mangue! As mulheres que se aventuram não têm frescura (e algumas nem dentes), mas também você não vai querer beijar nenhuma, eu garanto. A música quase não existe, só o grito alucinado dos participantes.

Entre de cabeça nesta joça e se sinta literalmente mergulhando no inferno. Tem capeta chifrudo pra tudo o que é lado. Chega a dar "meda". Depois saia perambulando pelas ruas, em bando, enlameando tudo e todos, inclusive sua reputação, se é que isto vale alguma coisa pra você. Pra mim não, eu quero é que o mundo se réie. Por isso, eu já fui 3 ou 4 vezes pra o querido bloco dos cão, inclusive estou nesta foto (mas você não vai me reconhecer... hehe)
...

Um comentário:

Rude Igor disse...

Encontrei essa foto no blog de Paulo aldiro e agora dá pra tentar adivinhar quem é o cão.
http://pogli.wordpress.com/2008/11/15/monstro-de-pipa/
;]