21 março 2009

Programa de Excomunhão voluntária

Causou certa indignação em muita gente a notícia que o Arcebispo de Recife e Olinda excomungou médicos que fizeram o aborto em uma criança de 9 anos, eximindo da pena, porém, o padrasto da criança que a estuprou e a engravidou (aí eu imagino que certamente ele deve achar apenas um deslize um padre pedófilo e que dá o rabo, por exemplo).


Eu, como sou um herege de carteirinha, queria muito ser excomungado por um padre! Ia achar uma "diliça". Daí fui olhar de que jeito eu poderia ser excomungado e descobri quais os casos de excomunhão para o homem comum:

01) Profanação das espécies sagradas;
02) Violência física contra o Pontífice;
03) Aborto.

Olha, com o que está aí, não vai dar muito certo pra eu ser excomungado. O crime nº 01 não dá porque eu não vou profanar uma imagem sagrada, pois eu tenho medo da fúria dos fiéis, tampouco vou querer encrenca com a puliça.

Quanto a dar uma porrada no Papa (crime nº 02)... pior ainda! É muito difícil chegar perto do ômi, além de que não quero virar notícia internacional como o "doido que deu um pedala-robinho no Papa". Será que jogar um ovo de longe dá excomunhão? Mas aí eu seria linchado pelos fiés, também não dá certo...

E praticar o aborto (crime nº 03) também não, pois não sou médico. Mas talvez eu chegue pra um padre e minta, tipo "ei, comprei um remédio pra minha namorada abortar! Me excomungue agora!". Será que serve?

De qualquer forma, eu proponho um jeito mais fácil pra Igreja Católica poupar o tempo de todo mundo: um PROGRAMA DE EXCOMUNHÃO VOLUNTÁRIA!

Eu serei o primeiro a se inscrever, podem acreditar! O programa tem tudo pra dar certo, pois é simples: já que a Igreja perde fiéis a cada dia mesmo, bastaria um livro disponível nas Igrejas pra você ir lá e escrever o nome, se candidatando à excomunhão... ou, como a Igreja agora é moderna (rá!), um site bem bacana na Internet.

Pra mim, os efeitos práticos da excomuhão seriam pequenos, já que não piso nem em calçada de Igreja. Mas teria uma vantagem: pelo menos não correria o risco de encontrar uma mulher que queira casar comigo na Igreja Católica ("meu bem, não dá, sou excomungado!").

Bem, se a minha sugestão da "excomunhão voluntária" não for acatada, sugiro que se inclua mais um pecado sujeito à pena máxima: "falar mal da Igreja e seus integrantes em um blog tosco". Eu iria diretinho pra o inferno! Êba!!!

2 comentários:

Raver disse...

Faça uma dessas petiçoes na internet e refira o tema que deu origem a isso. Só pra testar a furada em que (espero) que a Igreja está se metendo.

Esse bicho tem uma cara de paraíba do caraleo! ;) lol

Deve ser de CaicÓ!

Anônimo disse...

Gosto muito de piadas e ler artigos engraçados!

Veja: "Piadas" e "engraçados" e não "denegrir" imagens de pessoas a favor da Vida "TRÊS VEZES".

Apoio O Bispo e dou parabéns a ele por sua imensa coragem de lembrar que a Igreja Católica condena essas pessoas que pensam que a morte é a solução mais ética e moral!

Não gostei da postagem, pois sou tenho um humor de "riso" e não de "calunias" ou "difamações".