16 junho 2010

Copa do Mundo: torça com moderação

Eu sei que o futebol é um esporte emocionante e blá blá blá, mas acho até graça essa história de "pátria de chuteiras". Não entendo bem gente que chora de alegria com um gol do Brasil-sil-sil ou de ódio quando a seleção se lasca e sai da Copa.

Se o Brasil for campeão, você vai ter orgulho de ter nascido em solo campeão mundial de futebol? O que significa isto exatamente? O orgulho de sua pátria não é pra ser uma coisa natural que você leva consigo, sem depender de um resultado dentro de campo conquistado por uns marmanjos vestidos de azul e amarelo?

Faça com eu: racionalize suas emoções e deixe de frescura. Afinal, é apenas um esporte. E por ser um esporte, necessariamente terá um perdedor e um ganhador (exceto quando há empate, que pode ter sabor de derrota ou sabor churrasco).

Assistir a uma Copa é um ótimo motivo pra tomar umas cervejas com os amigos e... nada mais! Acho um programa bem bacana pra se divertir: é bom gritar por causa de um passe errado, vibrar com um gol ou rir das merdas faladas pelo Galvão Bueno. Mas minha auto-estima não diminuirá com uma derrota, não vou me sentir mais ou menos brasileiro, assim como eu não chegarei em lugar nenhum me sentindo o fodão estufando o peito com mais um campeonato mundial conquistado. Não vou cantar "sou brasileirooo... com muito orgulhooo... com muito amoooorrr". E ponto final.


Pra encerrar o texto, eu tenho algumas certezas acerca deste mundial de futebol, daquelas bem bestas:

a) minhas emoções (de raiva ou alegria) durarão uns 5 a 10 minutos.

b) cada jogador vai ganhar 1 milhão de reais como prêmio em caso de conquista do mundial, pois a a CBF prometeu (a festa, as putas e a bebida ficam por conta de cada jogador).

c) se o Brasil for campeão, Kaká, se não doar o seu milhão, vai entregar sua medalha de campeão para a Bispa Sônia Hernandes, da Igreja Renascer.

d) vou trabalhar na segunda-feira. Sem ressaca.

2 comentários:

Anônimo disse...

"Racionalize suas emoções" foi uma das coisas mais imbecis que já li na minha vida.
Vc é melhor do que isso.

Carlos Augusto [Floyd] disse...

Concordo com o autor do blog.